Blog

Mitos sobre o “fundo da garrafa” de vinho!

Resumo da história de desenvolvimento das garrafas de vinho:

A garrafa de vinho foi moldada como uma cebola entre 1690 e 1720, quando descobriram os benefícios da rolha, a forma da garrafa mudou para o estilo mais liso, de modo que a garrafa poderia ser colocada deitada e o vinho poderia estar em contato com a rolha para um armazenamento seguro e certo.
Em 1979, os Estados Unidos estabeleceram o tamanho padrão para uma garrafa de vinho de vidro para 750 ml. A fim de permitir relações comerciais fáceis, a União Européia rapidamente adotou o mesmo padrão.

 

Repuxo

O fundo da garrafa de vinho é chamado de Repuxo ou, em inglês, PUNT.
Garrafas de Riesling não tem um repuxo e a produção de “flutes” é mais barato porque você precisa de menos vidro. Os garrafas de Champagne são geralmente mais espessos e o repuxo servem de proteção para a pressão nas garrafas.

Então, para o que o repuxo serve?

Os repuxos foram colocados por sopradores de vidro para garantir que as garrafas pudessem ficar de pé.
Agora, a maioria das garrafas são, claro, feitas em máquinas, mas os vinicultores ainda as adicionam para continuar a tradição.
Com o repuxo se torna mais fácil de servir o vinho, colocando o polegar no repuxo e permitindo uma melhor separação dos sedimentos para a decantação. Repuxo tornam mais fácil empilhar as garrafas de vinho. Repuxo mais profundo não significa que o vinho é melhor – isso e um mito!

 

SONY DSC

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.