Blog

Bodega Kaiken: A fusão do melhor do Chile com o melhor da Argentina!

 

Em 2001 Aurelio Montes, produtor de vinhos sênior e sócio fundador da Viña Montes no Chile, visitou Mendoza, na Argentina, e ficou imediatamente impressionado e seduzido por seu povo, pelo terroir, viticultura e enologia, e, animado com a oportunidade de poder não só aprender, mas também contribuir com sua experiência para uma indústria de vinhos aberta à inovação. Ele enxergou o tremendo potencial da região e dos vinhos argentinos no mundo.Após outras viagens de exploração, a Kaiken foi fundada em 2002.

 

Como os Caiquenes, gansos selvagens que voam sobre a Patagônia entre a Argentina e o Chile, a Montes decidiu cruzar a Cordilheira dos Andes que divide os dois países. O objetivo era claro: produzir grandes vinhos combinando as condições excepcionais da região de Mendoza com o talento dos profissionais da Argentina e do Chile. Os vinhos apresentam o melhor de ambos os lados dos Andes.

 

Vinícula

 

A vinícola foi construída em 1920, no distrito de Vistalba, Mendoza, por Italo Calise, e adquirida pela Kaiken em 2007.

Atualmente a sua capacidade é de quase 7 milhões de litros, distribuídos em pequenos tonéis de 12.000 a 13.000 litros, o que permite que produções limitadas sejam vinificadas individualmente, mantendo assim a sua alta qualidade. Por outro lado, a vinícola conta com reservatórios de 100.000 litros para envelhecimento de longo prazo.


A vinícola é altamente funcional e possui todos os padrões de qualidade exigido pelas práticas enológicas atuais, o que permite que o fluxo do vinho na adega seja controlado tanto pela gravidade como por bombas tradicionais.

No geral, reservatórios de concreto permitem um uso muito eficiente de energia no momento do controle da temperatura dos vinhos durante sua vinificação.

A Kaiken atualmente possui três vinhedos da mais alta qualidade em diferentes terroirs, possibilitando assim a produção própria de cinquenta por cento de nossas uvas.

Antes da chegada das uvas à vinícola utilizamos as melhores práticas para garantir que a fruta de cada terroir atinja seu potencial máximo, maximizando a qualidade de nossos vinhos.

 


Uma vez pronto o vinho, a maioria da produção continua na sala de tonéis, que conta com 1.524 barricas para envelhecimento dos vinhos Kaiken.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.