Blog

APRENDA TUDO SOBRE A UVA MALBEC!

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A Malbec é uma uva tinta originária do Sudoeste da França. Na França ela também é conhecida por outros nomes como Côt no Loire, Noir de Pressac em Bordeaux e Auxerrois em Cahors. No passado ela era majoritariamente cultivada em Bordeaux e Cahors no Sudoeste da França, até que em 1853 ela chegou na Argentina pelas mãos do agrônomo francês Michel Aimé Pouget, que havia sido contratado como uma iniciativa de incorporar novas variedades de uvas na Argentina para melhorar a indústria vitivinícola. 

Depois de chegar na Argentina, a uva Malbec começou a declinar na França por 3 motivos: A taxação dos vinhos de Cahors no porto de Bordeaux, a praga da filoxera que chegou na França em torno de 1870 e a geada de 1956 em Bordeaux. Esses fatores levaram a uma redução de 90% no cultivo de Malbec na França.

A Malbec se adaptou tão bem ao terroir argentino que hoje ela é a uva mais plantada na Argentina. A Argentina responde por 75% do plantio da uva Malbec no mundo. Em segundo lugar ainda está França, seguida por Chile e Estados Unidos. O plantio de Malbec cresceu quase 350% na Argentina de 1995 a 2018. Inicialmente por uma mudança de foco em uvas tintas de maior qualidade.

 

 

A uva Malbec geralmente origina vinhos de cor profunda, encorpados, com altos níveis de taninos macios, alto teor alcoólico e com aromas de amora madura, ameixa e às vezes com nuances de violeta. Quando estagiam em barris de carvalho são encontrados aromas de baunilha, coco, café e chocolate. Os estilos sem madeira são mais leves e para serem bebidos jovens. Os que passam em barris de carvalho costumam ser mais encorpados, complexos e suportam maior guarda em garrafa.

São vinhos que harmonizam bem com comidas de médio a muito peso e intensas, desde um risoto de parmesão com medalhão de filet mignon ao tradicional churrasco. Também vai bem com queijos semi-moles, duros e intensos de sabor como grana-padano e parmesão. E pode até mesmo acompanhar chocolate amargo.

O perfil do vinho Malbec feito na Argentina tem uma sensível diferença do Malbec feito na França, onde o maior destaque hoje está na denominação de Cahors. A Argentina produz um Malbec mais frutado, mais encorpado e com taninos mais macios. Já o Malbec feito na França é um pouco mais terroso, com um pouco menos corpo e com taninos mais adstringentes, que precisam de mais tempo para ficarem mais redondos. Ou seja, o estilo francês é um pouco mais rústico, mas eles estão cada vez mais se espelhando no estilo argentino para fazer o seu vinho Malbec. Todo o vinho francês rotulado como Cahors, tem que ter no mínimo 70% de Malbec e o restante pode ser complementado com Merlot ou Tannat, mas é cada vez mais comum o vinho de Cahors ser feito 100% Malbec.

A uva Malbec origina vinhos 100% Malbec, mas também pode ser encontrada em cortes com as outras uvas de Bordeaux como Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc. Também aparece em cortes com a Bonarda na Argentina e com a Syrah.

Agora que você conhece um pouco mais sobre os vinhos feitos com a uva Malbec, experimente um pouco e compare os diferentes estilos feitos na Argentina, Chile, França e até mesmo no Brasil.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column]

[/vc_column][/vc_row]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.